Manual da Central Inversora PPA

Detalhamento do manual da central PPA inversora, modelos TRIFLEX híbrida e TRIFLEX padrão
central de comando ppa triflex jetflex inversora

Se você adquiriu um motor PPA com central de comando Triflex ou inversora para portão automático e não é muito acostumado com serviços do ramo, com certeza ficou perdido quando viu o manual técnico com as explicações de como configurar e instalar a central. Vou detalhar como é feita a configuração, para facilitar a vida de todos, sejam técnicos ou sejam leigos no assunto. Lembrando que é aconselhável que leia o manual que acompanha o motor juntamente com as informações do nosso site,  porque existem vários modelos e versões diferentes de central para portão, para que seja feita a correta configuração e o portão tenha seu funcionamento correto. A configuração mais comum entre todas as versões é a que segue neste conteúdo.


Algumas funções e sistemas presentes na central PPA Jetflex:

- Central eletrônica com configurações micro controladas;

- Entrada para receptor ou botão de comando para acionamento remoto;

- Inversor de frequencia embutido na central, bivolt, e próprio para motores monofásicos ou trifásicos;

- Recurso de Fim de Curso Digital Encoder (funcionando juntamente com os sensores analógicos REED), acompanhando todo o funcionamento do motor, para fazer seu desligamento se for necessário.

- Proteção para evitar sobrecorrente (protege quando a corrente elétrica da saída ultrapassa os valores padrão). Quando a central precisa controlar 02 motores, pode ser que precise desligar essa função da central, pois podem haver desarmes falsos enquanto os motores estiverem em movimento. Para desativar essa função, é preciso abrir o jumper J22 próximo da etapa de potência do motor. Quando está em funcionamento essa função de sobrecorrente, e a central desligar durante o processo de movimentação do motor, o led OSC vai piscar rapidamente por 10 segundos, e durante esse tempo o motor não funciona;

- Proteção para evitar curto-circuito (protege  o motor durante a instalação caso seja ligado em curto). Também pode ser necessário desativar essa proteção em caso de ligação de 02 motores em paralelo, pois podem ocorrer desarmes falsos da central. Para desativar, abra o jumper J23 próximo da etapa de potência do motor. Se esta proteção está em funcionamento, o motor pode apresentar dificuldade na subida ou descida durante seu acionamento. O correto é que o jumper J23 esteja fechado durante a instalação e o primeiro acionamento do motor, e seja retirado somente se houver a necessidade, após o funcionamento do motor.

- Memorização do percurso do motor (feita no seu primeiro acionamento após a instalação do equipamento). O portão deve ser acionado pelo controle, botão externo ou pelo botão com sinal de + no canto da central. O portão começa a trabalhar, mas de forma bem lenta, fazendo movimento de abertura, até chegar ao sensor de fim de curso de abertura. Na sequência, chegando ao limitador de abertura, o portão começa a descer sozinho, podendo ser lento ou um pouco mais rápido do que o movimento da abertura, até chegar ao sensor de fim de curso de fechamento. Quando feito o primeiro acionamento, e o portão começas a descer ao invés de subir, é preciso abrir o jumper F/R e pressionar novamente algum comando para acionamento do portão. Sempre que houver queda de energia, ou o motor seja desligado da tomada, o motor do portão fará uma nova leitura de percurso, para ser memorizado, e continua em funcionamento todas as funções que já haviam sido programadas anteriormente, sem necessidade de configurações adicionais. Enquanto estiver memorizando o percurso, o portão só para de acionar  quando existe uma fotocélula ligada ao sistema, para caso de emergência.


Programando o inversor para qualquer função:

Durante o funcionamento normal da central inversora, o led OSC fica continuamente piscando 1 vez a cada segundo. Quando é selecionada alguma função a ser programada nas chaves Dip Switch (chavinhas numeradas de 1 a 8), o led OSC piscará rapidamente e logo na sequência indicará qual o valor da configuração dessa função. 
Quando a função está com o valor mínimo, o led PSC pisca a cada meio segundo.
Quando a função está com valor pré-programado (nem minimo nem máximo), o led OSC permanece aceso.
Quando a função está com o valor máximo, o led permanece aceso.
Saindo da função que foi configurada, o led OSC piscará rapidamente, e em seguida volta a piscar 1 vez a cada segundo, informando que a central está em funcionamento normal novamente.
Se houver um acionamento pelo controle remoto, botão externo ou acionamento reverso de fotocélula, o led OSC permanece aceso.

                                                                                                   
Como apagar o percurso do portão:

Caso o percurso não esteja correto, ou precisa ser feita uma nova leitura para o percurso do portão, pressione e segure os botões + e - pressionados até que o led OSC acenda. Ao acender, solte os botões, e o percurso antigo será descartado, começando assim uma nova leitura de percurso.

As demais funções são programadas de acordo com os desenhos a seguir do sistema de Dip Switch:

função da central de portão ppa jetflex
Função FCA: (1+4)
Aumenta ou diminui a distância em que o portão começa a desacelerar na abertura.

central de comando para motor ppa de portão
Função FCF: (1+3)
Aumenta ou diminui a distância em que o portão começa a desacelerar no fechamento.

motor para portão ppa jetflex
Função SA Semi-Automático ou Automático: (1+2)
Permite programar o fechamento em semi-automático ou automático. Vai de 2 em 2 segundos, de 0(zero) a 240 segundos. Quando está em valor zero, o portão fica em modo semi-automático.

motor ppa para portão automático basculante
Função Embreagem Eletrônica (anti-esmagamento): (1+2+3+4)
O automatizador, por padrão, está configurado com a força no valor máximo. Pode ser diminuído caso seja necessário. Vai de 16 (valor máximo) e diminui até 0 (valor mínimo). Se a força fica em um valor muito baixo, o portão não funcionará com a velocidade máxima.

motor ppa para portão basculante
Desabilitar parada durante a abertura do portão: (2+3+4)
Esta função pode ser aplicada em locais onde seja necessário inibir a parada, caso seja enviado um comando, durante a abertura do portão. Para desabilitar a parada, pressione o botão - e para habilitar novamente, pressione o botão +.

fotocélula para portão automatico ppa jetflex
Habilitar fotocélula seguidora: (2+4)
Permite temporizar o fechamento automático do portão após a habilitação da fotocélula. Vai de 1 em 1 segundo, de 0 (zero) a 10 segundos.

motor ppa para portões automáticos
Folga entre o portão e o batente: (2+3)
Permite ajustar uma folga entre o portão e o batente,quando o automatizador finaliza o movimento de abertura ou fechamento,fazendo com que o portão fique mais próximo ou menos próximo do batente. Vai de 1 em 1, de 0 (zero) a 10 (máximo).

motor ppa para portão
Força do motor durante a memorização(disponível somente nos modelos 2500): (1+2+4)
Caso seja necessário,pode-se diminuir aforça do motor durante a memorização, por exemplo, para evitar a quebra da cremalheira.Pode-se também aumentar caso seja necessário. Vai de 1 em 1, de 0 (zero) a 13 (treze).

velocidade do motor de portão ppa
Velocidade: (4)
Velocidade do portão tanto para abertura como para fechamento. Vai de 10 em 10Hz, de 80Hz (mínimo) a150Hz (máximo).

motor ppa para portão
Velocidade próximo aos pontos de parada: (3)
Vai de 5 em 5Hz, de 15Hz (mínimo) a 30Hz (máximo).

ppa portões automáticos
Luz: (2)
Seleciona o tempo em que a saída LG (Luz de Garagem) fica acionada após o fechamento do portão. Vai de 10 em 10 segundos, de 0(zero) a 240 segundos.

motor ppa para portão automático basculante
Como alterar a tensão de saída do motor de 127V para 220V. Obs: O valor padrão é 127V, que corresponde aos motores com os três fios pretos. Para usar nos motores com três fios amarelos (220V), deve-se alterar o valor desta função se for necessário.: (3+4)
Essa alteração será necessária somente se o automatizador necessitar trabalhar abaixo de 120Hz. Caso contrário,não haverá diferença no desempenho do motor.O botão – muda para 220V (led OSC fica piscando) e o botão +para 127V (led OSC fica aceso).

Cuidado! Para deixar o modo de programação e retornar ao funcionamento normal da central do motor, as chaves  Dip Switch deverão estar todas na posição OFF.


Voltar aos valores de fábrica:

Se for preciso zerar toda a programação para voltar aos valores de fábrica, pressione e segure pressionados simultaneamente os
botões + e – , até que o led OSC comece a piscar rapidamente, depois solte os 2 botões e o percurso deverá estar apagado e os valores de
fábrica serão re-estabelecidos.


Função de anti-esmagamento:

A função de anti-esmagamento faz com que o motor perca força na presença de obstáculos que encostem no portão durante seu percurso. No funcionamento normal, se um obstáculo (carro, pedestre ou outro objeto) a central reagirá da seguinte forma:
Durante o fechamento: o portão acionará de volta ao sentido de abertura.
Durante a abertura: o motor desligará, e ficará no aguarde de um próximo comando para iniciar seu fechamento. 
Durante a memorização, o recurso de anti-esmagamento serve somente para reconhecer os fins de curso (sensores) de abertura e fechamento,
ou seja, se o motor desligar por anti-esmagamento em algum obstáculo, a central entenderá que chegou em um dos sensores para desligar.

Cuidados: Como esse automatizador trabalha em alta velocidade, recomendamos o uso de sensores de fotocélula, para evitar acidentes entre o portão e o automóvel do utilizador, caso o mesmo permaneça entre os feixes do sensor da fotocélula durante o percurso.


Testando o sensor do sistema encoder:

Para testar o sistema encoder do kit automatizador, verifique se o cabo está conectado na central em sua saída FCA-ENC, e se os leds ENCA e ENCB estão piscando quando o automatizador é acionado. Cada led representa um sensor, sendo o led ENCA corresponde ao
sensor de abertura e o led ENCF corresponde ao sensor de fechamento, ambos os sensores localizados dentro do sistema redutor do motor.


Sinalização de eventos e falhas:

A função principal do led OSC é mostrar se o microcontrolador da central está em atividade (piscando sempre na mesma frequência quando está ligado na alimentação).
O led BUS serve para alertar sobre carga presente nos capacitores do barramento DC.
Nunca se deve tocar na região de potência, próxima aos capacitores enquanto o led BUS estiver aceso, mesmo depois de desligado inversor da energia elétrica. Alto risco de choque por descarga elétrica.
O led FCA serve para mostrar que o portão está na região de fim de curso de abertura.
O led FCF serve para mostrar que o portão está na região de fim de curso de fechamento.


Falhas mais comuns:
Falha 1
O portão não corresponde ao percurso do local instalado (freia antes do sensor de fim de curso de fechamento ou bate no sensor sem desligar)
Causas: 1° Existe um percurso gravado diferente do percurso do local instalado;
                 2° A cremalheira roda em falso na engrenagem do motor, causando falha de percurso.
Soluções: 1° Pressionar e segurar apertados os botões + e - até que o led OSC acenda, para que seja feita uma nova leitura do percurso.
               2° Realinhar a cremalheira com a engrenagem do motor, ou substituir a cremalheira danificada, e depois pressionar e segurar apertados os botões + e - até que o led OSC acenda, para que seja feita uma nova leitura do percurso.
Falha 2
O portão permanece aberto, e quando recebe comando para abrir, fecha.
Causa: A memorização foi feita de maneira errada.
Solução: Pressionar e segurar apertados os botões + e - até que o led OSC acenda, para que seja feita uma nova leitura do percurso.
Falha 3
Led OSC piscando rapidamente e o motor desliga.
Causas: 1° Falha no sensor encoder, ou o percurso está gravado pequeno demais.
                 2° Sensor de corrente atuando.
Soluções: 1° Substituir o sensor encoder de dentro do sistema do redutor do motor.
                   2° Verifique a resistência do estator.
                   3° Abrir o jumper J22 para ajustar o sensor de corrente de acordo com o equipamento (motor industrial ou 02 motores ligados em paralelo). 


Conector da rede elétrica AC:

A entrada de energia elétrica da central de comando inversora deve ser feita nos bornes R e S.
O automatizador deve ser alimentado com 110V ou 220V monofásico, e a frequência será
conforme a descrita na etiqueta, que poderá ser de 60Hz ou 50Hz.


Conector para fotocélulas e botoeira:

Antes de conectar novos acessórios (fotocélula, trava eletromagnética, luz de garagem, sinaleira, botoeira), é sempre bom fazer um teste no funcionamento do motor. Acione pelo botão + da central, pelo controle remoto ou pelo botão externo (botoeira) para testar.
As fotocélulas devem ser posicionadas a uma altura de cerca de 50cm do chão (ou conforme recomendações de cada fabricante), sendo que os sensores sejam posicionados um de cada lado alinhados e na mesma altura, apontando um para o outro. A central do portão recebe um comando da fotocélula quando houver uma ligação direta entre o borne FOT e o borne GND, quando a fotocélula é acionada.
A botoeira faz sua função com uma ligação direta do borne BOT ao borne GND, enviando um pulso pe acionando a central eletrônica do portão.
O controlador da central não possui proteção para sobrecorrente, e fornece apenas 15V de corrente contínua, para alimentar fotocélulas e receptores á parte. Caso os equipamentos auxiliares precisem de uma tensão maior, é necessária a utilização de uma fonte externa para a correta alimentação desses aparelhos.


Conector de receptor avulso (RX)

Ao ligar um receptor avulso plugado neste conector, pode ser utilizado controle remoto da frequência do receptor avulso para fazer o acionamento do mecanismo da central e do motor. Para gravar o controle remoto no receptor avulso segure apertado o botão do controle que deseja configurar, e em seguida aperte uma vez só o botão do receptor com o nome de PROG (não é necessário usar JUMPER nem nada, somente apertar o botão de programação PROG). Pronto, já está configurado. Em alguns casos, faça o contrário se não funcionar: Aperte uma vez o botão PROG, um led vermelho do receptor deverá se acender, então enquanto ele estiver aceso, aperte o botão do controle que deseja cadastrar. Pronto. Se da outra forma não havia cadastrado, desta forma deve funcionar


Conector de Luz de Garagem (LG)

Caso o motor acione de forma auxiliar uma Luz de Garagem, deve-se conectar um módulo opcional com relé no conector LG. A operação
da luz de garagem não precisa ser programada, sempre estará habilitada.


Conector para trava elétrica (TRAVA)

Se o motor for acionar uma trava eletromagnética, deve-se conectar o módulo opcional relé no conector TRAVA. A operação da trava elétrica não precisa ser programada, sempre estará habilitada.


Conector do fim de curso de sistema Encoder (ENC)

Utilizado para fazer a ligação entre a central de comando e o motor de portão. Serve como sensor de fim de curso auxiliar, ligado dentro do redutor do motor de portão PPA, e desliga o motor em caso de problemas decorrentes durante seu percurso.


Conector do motor 
Os fios do motor são ligados na central nos bornes indicados como Comum (C), Abre (Ab), Fecha (Fc). 
Comments